Taxista é morto a sangue frio

Publicado por | agosto 06, 2020 | Homicídio

Um crime bárbaro foi registrado na cidade de Portoviejo, um suposto passageiro atirou a sangue frio na nuca de um taxista e em seguida revistou-lhe e roubou tudo o que encontro pela frente, no dia 20 de maio deste ano.

A cena bárbara e cruel chocou a muitos internautas que viram o vídeo.

O local do crime mais precisamente foi entre as ruas Jipijapa e Chone Street, em Portoviejo , na província de Manabí, no Equador.

Após sentar no banco traseiro do veículo, o bandido identificado como sendo o policial Fidel Loor Vélez, 23 anos, friamente atirou na cabeça do taxista, identificado como sendo o senhor, José Gregorio Moreira Zambrano, de 62 anos, dos quais 40 anos foram ganhando o seu sustento e de sua família como taxista.

Enquanto o taxista sangrava, o meliante vasculhou o bolso do mesmo na esperança de rouba-lo, segundo as informações da mídia local.

O assassino sangue frio era um policial, o qual usou sua própria arma de serviço para realizar o assassinato encomendado.

Segundo a esposa da vítima, seu marido não tinha envolvimento no mundo do crime ou qualquer coisa do tipo – cada centavo que ele ganhou na vida foi com trabalho honesto .
De acordo com informações, o policial assassino pode ter tirado a vida da vítima no intuito de roubar pra conseguir dinheiro pra alimentar seu vício em drogas .

Fidel Loor Vélez foi preso no dia 6 de junho e encontra-se a disposição da justiça que julgará o caso. De acordo com o chefe da polícia local Ramiro Mantilla, Vélez é o único suspeito do crime e o envolvimento com as drogas do acusado pode ter levado ao crime.

GOSTOU DESTE POST? COMPARTILHE
Insultos, racismo e incentivo ao suicídio não serão toleráveis nos comentários. Seu IP pode ser banido, antes mesmo da aprovação por um admin. Em caso extremo, seu IP será repassado para as autoridades locais.

Comentário Fechado